terça-feira, 7 de agosto de 2018

5º Seminário e Mutirão de Sinalização da Trilha Transmantiqueira




A Associação Trilha Transmantiqueira (ATT) é uma associação que, aos moldes do já feito no Movimento Trilha Transcarioca (MTT), pretende congregar pessoas e instituições da sociedade civil com o compromisso de implantar, sinalizar, manter e divulgar, em caráter voluntário e colaborativo, uma trilha de longo curso que atravesse a região da Mantiqueira.

A proposta inicial prevê que esta trilha se inicie no estado de São Paulo, junto ao Parque Estadual da Serra da Cantareira, em São Paulo, e siga até o município de Aiuruoca (MG), na Serra do Papagaio (Parque Estadual da Serra do Papagaio).

foto de autoria da ATT.


A totalidade do percurso foi dividida em diversos trechos, que vêm sido geridos por voluntários locais que podem propor alterações no traçado proposto e que privilegia a sua passagem através das diversas unidades de conservação da região, mas também passa por propriedades particulares cujos proprietários precisam concordar com o seu uso para este fim. Esses grupos de voluntários além de negociar com os proprietários de terra, também promovem mutirões com o objetivo de sinalizar o traçado e, futuramente precisarão se organizar para manter todo o trabalho executado.

Dentro do escopo limitado da explanação acima, a ATT vêm promovendo alguns seminários, visando divulgar conhecimento sobre o projeto proposto.



O principal propósito desta postagem é o anúncio da realização de um novo seminário e mutirão (o 5º), nos dias 18 e 19 de agosto no município de Itamonte (RJ) e divulgação de sua programação:

Dia 18/08 das 09:00 até as 17:00hs teremos o seminário na Casa de Cultura de Itamonte localizado no endereço: Rua Presidente Vargas, 149 - Centro - Itamonte - MG.

Dia 19/08 será realizado um mutirão no trecho do Capim Amarelo do Setor Serra Fina. O encontro se dará as 09:00hs na Toca do Lobo.

Por uma questão de planejamento, dos organizadores, pede-se que os interessados em participar do seminário e/ou mutirão, se inscrevam através do formulário online no link https://goo.gl/forms/Nx510i2cmyfa78dH3 .

Segue a programação do seminário:




PROGRAMAÇÃO

5º SEMINÁRIO DA TRILHA DE LONGO CURSO
TRILHA TRANSMANTIQUEIRA
18 e 19 de agosto de 2018

Casa da Cultura de Itamonte
Rua Presidente Vargas, 149 – Centro, Itamonte-MG




Foto de autoria da ATT




sexta-feira, 15 de junho de 2018

Programa de voluntários da APA da Serra da Mantiqueira caminha a passos largos.




Texto de Selma Ribeiro              
Analista Ambiental APASM/ICMBio


Os meses de maio e junho de 2018 vêm sendo marcados por um intenso envolvimento dos voluntários nas ações previstas no Programa de Voluntariado da APA da Serra da Mantiqueira, especialmente junto a implantação de trechos da Transmantiqueira. Além de dar continuidade no trabalho de sistematização de dados provenientes do “Livro Cume” da Pedra da Mina - montanha mais alta do Estado de São Paulo e a quarta mais alta do Brasil - que trará informações dos principais usuários da Serra Fina; também foram implantados os “Cadernos de Acesso”: um na Base Marins, local que dá acesso ao Trecho Marins/Itaguaré e outro na principal entrada para o Trecho Serra Fina, local conhecido como Toca do Lobo. Nesses locais também foram deixados questionários para conhecimento do perfil do visitante das trilhas. Para Wiamon, voluntário da Piquete Outdoor, “essas informações além de facilitar caso haja necessidade de ações de resgate comuns na região, também subsidiará ações educativas para os visitantes desses trechos, com vistas a práticas de mínimo impacto na montanha já que é notório a grande quantidade de lixo deixado ao longo das trilhas (especialmente banheiros), presença de fogueiras e abertura de novos acessos, que podem ser minimizados com ações educativas”.




Além dessas ações, no último dia 09 de junho aconteceu o primeiro mutirão de sinalização da Trilha Transmantiqueira, no Trecho Marins-Itaguaré, que contou com forte apoio da Associação de Montanhismo e Proteção da Serra da Mantiqueira - AMPM e de coordenadores do Movimento Trilha Transmantiqueira, onde foram sinalizados aproximadamente 13,0 km de travessia.

Para o mutirão, foram divididas duas equipes, sendo uma equipe formada por três montanhistas experientes que avançou pelas cristas da travessia, para percorrer um longo trecho com maior agilidade até aos pés do gigante Itaguaré, Monumento Natural Municipal do Itaguaré – MONA Itaguaré; e a outra equipe seguiu com cerca de 10 voluntários em formato de oficina, sinalizando a trilha de acesso ao Pico dos Marins. Segundo Rafael Teixeira, voluntário da AMPM que coordenou as atividades em campo, “toda a teoria foi discutida na prática, alinhando critérios técnicos e aguçando a sensibilidade para melhor aplicação da sinalização rústica.”




Pela primeira vez entre os trechos de sinalização da Transmantiqueira em andamento, foi testado a fixação de algumas setas de chapa metálica produzidas por voluntário do programa, Júlio do Carmo da AMPM a partir de material de reaproveitamento. Ainda para Rafael Teixeira, “a aplicação foi bem-sucedida e apesar da necessidade de equipamentos específicos como furadeira a bateria, valeu a pena todo esforço especialmente para partes onde predominam os afloramentos rochosos”.





Fazendo uso de GPS e aplicativos de celular, toda a sinalização foi georreferenciada, assim como o mapeamento das áreas críticas que necessitam de uma intervenção urgente de manejo, como parte do cronograma de ações para implementação da Trilha Transmantiqueira. Para Virgílio Dias Ferraz, Chefe da APASM, “essas informações são úteis para traçar as próximas ações do programa, já que a necessidade de manejo das trilhas é de vital importância quando se pensa na qualidade da trilha, perpetuando a Transmantiqueira”.

Para próximas ações estão previstas a continuidade dessas ações iniciadas, bem como capacitação em manejo de trilhas, continuidade da sinalização no trecho Serra Fina, e ações educativas tanto com os visitantes quanto proprietários das áreas por onde passa a Transmantiqueira, especialmente no seu trecho central.


segunda-feira, 11 de junho de 2018

CONAPAM Publica Edital Para Renovação de Seus Membros



Considerando a necessidade de renovação do Conselho Consultivo da APA da Serra da Mantiqueira - CONAPAM para o Biênio 2018/2020, com vistas a atender a legislação em vigor, e principalmente para dar continuidade ao trabalho participativo que vem sendo realizado desde sua criação em 2004; e atendendo ao acordado em plenária na IIª Reunião Ordinária do CONAPAM, realizada dia 07/06, em Marmelópolis - MG; clique sobre a imagem abaixo, para acesso e/ou download do Edital de Renovação, onde consta todos os procedimentos para participar do processo de renovação. Contamos com o apoio de todos para divulgar este Edital, tornando ainda mais efetivo a participação da sociedade na gestão desta importante Unidade de Conservação.



Clique aqui para baixar o edital
BAIXE O EDITAL














A seguir, o texto do edital:









sábado, 2 de junho de 2018

Aniversário da APA da Serra da Mantiqueira, Dia do Meio Ambiente e outros mais ....


A Área de Proteção Ambiental da Serra da Mantiqueira estará completando 33 anos de existência neste domingo, 03 de junho, data da assinatura de seu decreto de criação ocorrida em 1985.

Saudações à equipe de servidores do ICMBio (presente e passado) que tanto se empenham na gestão e fiscalização de todo esse território de mais de 400.000 hectares, atravessando 27 municípios de 3 estados (MG, RJ e SP), aos conselheiros (também do presente e do passado), amigos, apoiadores e parceiros da APASM.






Aproveitamos também a oportunidade para lembrar que:

Dia de 05 de junho, teremos as comemorações do Dia Internacional do Meio Ambiente, que começou a ser comemorado em 1972, em Estocolmo, durante a primeira das Conferências das Nações Unidas sobre o ambiente humano (a reunião durou até o dia 16 e congregou vários governos e ONGs), com o objetivo de promover atividades de proteção e preservação do meio ambiente, e alertar o público e governos de cada país sobre os perigos de negligenciarmos a tarefa de cuidar do mundo em que vivemos.

O tema para 2018 é "Acabe com a Poluição Plástica".





Dia 14 de junho é aniversário do Parque Nacional do Itatiaia, o primeiro parque nacional do Brasil está completando 81 anos de existência e é uma referência nacional para aqueles que praticam o esporte do montanhismo, tendo ainda dentro de seus domínios, que cortam os estados de Rio de Janeiro e Minas Gerais, diversas cachoeiras e nascentes de rios. 





Dia 15 de junho é a data comemorativa de aniversário do Parque Estadual da Pedra Selada criado em 2012 na Região de Visconde de Mauá e que atravessa os municípios de Resende (RJ) e Itatiaia (RJ). 












sábado, 26 de maio de 2018

Convite para 2ª Reunião Ordinária do CONAPAM em 2018 - Marmelópolis (MG)



Segue para conhecimento de todos, o convite e texto da carta de convocação aos Conselheiros, para a próxima reunião ordinária do CONAPAM. 

Lembrando que nossas reuniões são PÚBLICAS e ABERTAS À PARTICIPAÇÃO DE TODOS !!!






ATUALIZAÇÃO da pauta da reunião:
- Houve uma mudança na ordem dos tópicos, com a inversão de ordem entre os itens de "apresentação das alterações do Plano de Manejo" e "aprovação do edital de renovação do CONAPAM". 



Ofício Circular SEI nº 2/2018-APA Serra da Mantiqueira/ICMBio

Itamonte, 17 de maio de 2018

Às instituições componentes do

Conselho Consultivo APA da Serra da Mantiqueira - Conapam

Assunto: II Reunião Ordinária de 2018.

Senhoras Conselheiras e Senhores Conselheiros

1. Dando seguimento aos trabalhos do CONAPAM, temos a honra de convocar as instituições componentes para participarem da II Reunião Ordinária de 2018, que se realizará no dia 7 de junho, quinta-feira, das 09:00 às 17:00h, na Câmara de Vereadores de Marmelópolis – MG.

2. A proposta de pauta da reunião será:

9:00 - Abertura e aprovação da ATA da I reunião ordinária.
9:30 - Programa de Voluntariado da APASM (Brigadistas e Manejo e Sinalização de trilhas) e sua interface com a implantação da TransMantiqueira.
10:30 - Apresentação das alterações do Plano de Manejo da APASM, junto a Coordenação Geral de Plano de Manejo, ICMBio / SEDE. Situação atual e encaminhamentos quanto a sua finalização definitiva.
12:30 - Almoço.
14:00 - Aprovação de Edital de Renovação do CONAPAM (Biênio 2018-2020) e criação da Comissão de Análise. Estratégias de divulgação e estabelecimento de Cronograma de trabalho.
17:00 - Informes gerais.
17:30 - Encerramento.

3. O endereço do local da reunião é: Câmara Municipal de Marmelópolis, Rua Clemente Faria numero 300 Bairro São Jose , Marmelópolis CEP 37 516 000,Minas Gerais. Telefone de contato: 035 3625130 falar com Michelle e Sr. Mauro.

A equipe da APA da Serra da Mantiqueira está à disposição para qualquer informação adicional, no telefone (35) 3363-2136, ou no endereço eletrônico: apa_sm@icmbio.gov.br

Cordialmente,


VIRGÍLIO DIAS FERRAZ
Chefe da APA da Serra da Mantiqueira
Presidente do CONAPAM






sexta-feira, 23 de março de 2018

Discussão do Plano de Manejo da APASM, na reunião de Pinda, ganha espaço em publicação do ICMBio


A revista "ICMBio em Foco" é uma publicação periódica do ICMBio, que em sua edição de número 460, incorporou um texto, focando a discussão ocorrida durante a 1ª Reunião Ordinária do CONAPAM em  13/03, quando da apresentação da proposta final do nosso Plano de Manejo. 

O artigo reproduzido a seguir, pode ser encontrado junto com o restante do periódico através do link:
 http://www.icmbio.gov.br/portal/images/stories/comunicacao/downloads/icmbioemfoco460.pdf


APA discute plano de manejo com conselheiros


A Área de Proteção Ambiental (APA) da Serra da Mantiqueira (MG/RJ/SP) reuniu na última
semana os integrantes de seu Conselho Consultivo para apresentação da proposta final do Planejamento, Zoneamento e Normas aplicadas à unidade de conservação (UC), informações
que integrarão o plano de manejo da unidade. O documento vem sendo construído de forma participativa desde 2009 com o apoio financeiro de parceiros.

A apresentação foi realizada pelo coordenador do trabalho, o engenheiro florestal Valmir Detzel, da Detzel Consulting. Na ocasião, ele relembrou todo o histórico do trabalho, apresentou as Normas Gerais Propostas e Aplicadas para a UC, explicou os critérios de zoneamento do território e apresentou a análise estratégica e planos de ação resultantes dos dados colhidos nas oficinas de planejamento participativo e reuniões de planejamento realizadas.

No encontro, também foi feita uma breve apresentação do sistema online de visualização e consulta dos dados espaciais da APA – WEB SIG Mantiqueira. Os participantes da reunião puderam conhecer suas funcionalidades e como esse instrumento pode facilitar a gestão territorial das demais UCs inseridas na APA e a elaboração dos planos municipais, apoiando ações locais.

Além dos conselheiros, também participaram da reunião representantes dos setores de mineração, turismo e agropecuária interessados em se informar como suas atividades produtivas seriam afetadas pela implementação do plano elaborado. “O encontro transcorreu em clima positivo e ao final todos pareceram estar satisfeitos com os resultados de um trabalho construído participativamente e que teve seu início há quase dez anos”, afirmou Virgilio Dias Ferraz, chefe da APA.

O Conselho Consultivo validou a proposta de plano de manejo apresentada, que segue para aprovação da Coordenação de Elaboração e Revisão de Plano de Manejo (Coman) e posterior publicação.



quinta-feira, 15 de março de 2018

Carta de Itajubá Sobre Gestão de Recursos Hídricos


Em 09 de agosto de 2017, no encerramento do ciclo de palestras do Seminário de Gestão e Usos da Água (SEGUS) do Curso de Engenharia Hídrica do Instituto de Recursos Naturais da Universidade Federal de Itajubá, foi discutida a confecção de um documento, intitulado "Carta de Itajubá".




O documento contém "Propostas de Políticas de Ações Corretivas para o Controle Gradativo das Crises Hídricas no Brasil", sendo justificado pela "importância da implantação de procedimentos futuros no âmbito do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos - SINGREH para gerenciar as crises hídricas no Brasil" e o seu conteúdo é o resultado das palestras e discussões realizadas durante o seminário, assim como das experiências dos profissionais que compuseram a Mesa Redonda da última Sessão do Seminário.


Acesse e leia a Carta de Itajubá.